window.advanced_ads_ready=function(e,a){a=a||"complete";var d=function(e){return"interactive"===a?"loading"!==e:"complete"===e};d(document.readyState)?e():document.addEventListener("readystatechange",(function(a){d(a.target.readyState)&&e()}),{once:"interactive"===a})},window.advanced_ads_ready_queue=window.advanced_ads_ready_queue||[];

sambafoot

Massagem perigosa!

Massagem perigosa!

A exemplo dos motoristas de táxi, ônibus e caminhões, tem muita gente que dirige horas a fio sem levantar o bumbum do banco. Não há coluna que resista a tanto esforço!

Para evitar as dores, muitos desses motoristas optam por colocar sobre o assento e o encosto do banco uma espécie de capa de bolinhas de madeira, também conhecidas como “capa massageadora de bolinhas para banco de carro”. São várias as ofertas na internet, destacando vantagens como ajuda na postura e ativação da circulação sanguínea, além de maior conforto ao sentar, melhor ventilação entre o corpo e o banco e a vantagem de ser adaptável a qualquer veículo.

Encosto-assento de bolinhas de madeira 1

Mas, o que muita gente não sabe é que, em caso de batida forte, as bolinhas de madeira podem bater nas costas e entrar no espaço entre uma vértebra e outra, deixando a pessoa paralítica!

Além disso, o acessório tira a sensibilidade do motorista. Para dirigir com segurança, é importante estar ligado fisicamente ao veículo, para sentir o comportamento dele a todo instante. O que é impossível com as tais bolinhas…

Para evitar o cansaço, o melhor “remédio” é parar o veículo a cada duas horas, no máximo, sair e esticar as pernas e braços, fazer algumas flexões e, se possível, fazer até uma pequena caminhada para ativar a circulação do sangue pelas pernas e braços. Essa parada deve ter pelo menos 15 minutos e, além de servir para descansar, deve servir também para aliviar a bexiga, tomar um café ou uma água, a fim de diminuir a tensão e o estresse de ficar horas atrás do volante, permitindo voltar a dirigir com os reflexos renovados.

Fotos:internet

DEIXE SEU COMENTÁRIO
Emilio Camanzi

Emilio Camanzi

Emilio Camanzi  é um jornalista experiente e formador de opinião, com mais de 56 anos de trabalho dedicados a área automobilística. Seu trabalho sempre foi norteado pela busca da seriedade e credibilidade da informação. Constrói suas matérias de forma técnica, imparcial e independente, com uma linguagem de fácil compreensão. https://www.instagram.com/emiliocamanzi/ 🙋 PARCERIAS: apartamentos-rosa.com@gmail.com

17 thoughts on “Massagem perigosa!

  1. Sou técnico em radiologia, e afirmo com 100% de certeza, que esta matéria, está longe da verdade, para início de conversa: em uma colisão as bolinhas entrarem entre as vértebras? Isso não seria possível, nem se o carro batesse a 200km/h em uma parede de concreto de uma barragem, não existe possibilidade de atravessarem a pele. A chance disso acontecer, é a mesma de em um acidente o tecido do banco ir parar dentro do estômago.

  2. Recalque de alguém que não teve a ideia e não tem cérebro para criar uma. Uma matéria sem pé nem cabeça. Isso já se utiliza há décadas e nunca, nunca ouvi tal coisa tão absurda. Pseudo-jornalista, vai procurar algo de útil pra publicar.

  3. Queria só saber a fonte dessa informação e caso seja verdade quantas pessoas ficaram paralíticas em 100anos!!! ou é achismo?? Pelo amor de Deus uma bolinha dessa deixar alguém paralítico é como dizer que um celular derruba um avião hoje em dia!!

  4. Concordo com o Anderson Barreto e com o Jota: se uma colisão é tão violenta a ponto de “lançar” essas bolinhas para dentro da coluna vertebral de alguém, isso significa que o pobre mortal passaria dessa pra melhor instantaneamente, de qualquer forma. Vejo muito mais beneficio do que risco, e vou comprar, uma vez que vou trabalhar com caminhão… abraços a todos!

  5. Nossa colocaram na matéria um terror exagerado pra uma bolinha dessa entrar numa vértebra em caso de colisão no minimo vc já vai estar morto. Pra quem tem banco de couro essas bolinhas ajuda a ventilar evitando suar até doenças de circulação. Nada a ver essa materma.

    1. Boa tarde pessoal , o que ele quis dizer que há impacto no corpo em vários direções e assim causar algum probleminha. No fim e só sorte pois como vai ser não sabemos. Ainda bem.

  6. Desculpe, acho que estão enganados uso isso a mais de 10 anos trabalho como taxista e vou te falar se nao existe isso era impossivel, eu conseguir trabalhar pois passo varias horas sentado e isso tira 90% da dor das minhas costa! Compro sempre que elas se toram Recomendo !

  7. esse artigo é ridiculo,,,,,,no seu conceito então nao use faca de cozinha pode te matar nao beba café pode queimar a boca…meu ingorante amigo q tipo de batida vai fazer essas bolinha entrar na vertebra isso é ridiculo….toda batida sempre lhe projeta pra frente vc é muito ingnorante..

  8. Mensagem, para o Emílio.

    Não imaginava esse perigo que você alerta para os motoristas que adotam a proteção das bolinhas. Já mandei menagem anterior, cumprimentando-o pelo seu trabalho, e , junto, pedi o seu telefone e o seu e´mail porque os que tenho não estão mais ativos. Bacione.
    Secco

Deixe seu comentário. Sua opinião é muito importante pra nós!:

%d blogueiros gostam disto:
sambafoot Mapa do site