window.advanced_ads_ready=function(e,a){a=a||"complete";var d=function(e){return"interactive"===a?"loading"!==e:"complete"===e};d(document.readyState)?e():document.addEventListener("readystatechange",(function(a){d(a.target.readyState)&&e()}),{once:"interactive"===a})},window.advanced_ads_ready_queue=window.advanced_ads_ready_queue||[];

sambafoot

Molhado, escorrega…

Molhado, escorrega…

Ao atravessar um trecho alagado, deve-se tomar cuidado ao voltar a utilizar o freio. É que a água acaba entrando nos tambores de freio e molhando as lonas, o que faz o conjunto perder eficiência, pois o líquido acaba lubrificando as superfícies, que acabam “escorregando”. Caso seu carro tenha freios a disco, o problema é bem menor, pois esse sistema permite uma limpeza muito mais rápida das superfícies de atrito (disco e pastilhas).

100_7620 (1016 x 762)

Lembre-se, porém, que normalmente os sistemas são mistos (discos nas rodas dianteiras e tambor nas traseiras) e, para ter a eficiência total do sistema, pode-se usar um pequeno “truque”: andando em baixa velocidade, de preferência em primeira marcha, pise levemente no freio, fazendo as pastilhas encostarem nos discos e as lonas nos tambores. Com o atrito e o natural aumento da temperatura, eles irão secar rapidamente. Caso os freios sejam a tambor nas quatro rodas, esse procedimento é essencial para que voltem a funcionar, normalmente, o mais rápido possível.

Fotos: Carros com Camanzi

DEIXE SEU COMENTÁRIO
Emilio Camanzi

Emilio Camanzi

Emilio Camanzi  é um jornalista experiente e formador de opinião, com mais de 56 anos de trabalho dedicados a área automobilística. Seu trabalho sempre foi norteado pela busca da seriedade e credibilidade da informação. Constrói suas matérias de forma técnica, imparcial e independente, com uma linguagem de fácil compreensão. https://www.instagram.com/emiliocamanzi/ 🙋 PARCERIAS: apartamentos-rosa.com@gmail.com

Deixe seu comentário. Sua opinião é muito importante pra nós!:

%d blogueiros gostam disto:
sambafoot Mapa do site

1234