window.advanced_ads_ready=function(e,a){a=a||"complete";var d=function(e){return"interactive"===a?"loading"!==e:"complete"===e};d(document.readyState)?e():document.addEventListener("readystatechange",(function(a){d(a.target.readyState)&&e()}),{once:"interactive"===a})},window.advanced_ads_ready_queue=window.advanced_ads_ready_queue||[];

sambafoot

NOTÍCIA – Mustang com rodas em fibra de carbono

NOTÍCIA – Mustang com rodas em fibra de carbono

 

Quem curte carros esportivos está sempre querendo tudo que é possível em termos de tecnologia. Até agora o único carro que oferecia rodas em fibra de carbono, o mesmo material que é usado para fazer os chassis dos Fórmula-1, era o austríaco Koenigsegg, ou no mercado de reposição.

A novidade é que a Ford resolveu equipar o Shelby GR350R, o Mustang mais potente homologado para andar nas ruas (V8, 5,2 litros aspirado, 533 cv) com esse tipo de rodas de série. Junto com o fornecedor australiano Carbon Revolution, conseguiram desenvolver um processo para a fabricação em grande série das rodas, o que tornou possível equipar todos os novos Mustang Shelby GT350R.

A grande vantagem das rodas em fibra de carbono é o baixo peso, pouco mais de 8 quilos, praticamente a metade das originais que pesam 15 quilos. Com 40% a menos de peso na inércia de rotação das rodas, elas permitiram uma melhora nas acelerações e frenagens. Além disso, devido ao menor peso não suspenso, os amortecedores tiveram que ser recalibrados para que a suspensão não respondesse rápido demais nas curvas, prejudicando a estabilidade.

Outra qualidade, além da melhora na dirigibilidade e desempenho, é a maior resistência. Um fato curioso ocorreu durante um dos testes mais severos, o de impacto da roda contra um meio fio com o carro em velocidade. Segundo o fabricante, com as novas rodas a suspensão reagiu tão rápido que o piloto não teve certeza se o teste havia sido realizado corretamente. E o repetiu duas vezes, ficando comprovado que a rapidez na resposta da suspensão devido ao menor peso das rodas, reduziu significativamente a severidade do impacto aumentando a segurança.

Como nas pistas de testes, as temperaturas nos cubos das rodas chegaram a 900 graus Celsius. Por isso, todo o projeto delas seguiu a especificação térmica usada nos carros de competição e receberam um revestimento de plasma cerâmico que é usado nos ônibus espaciais.

E viva a tecnologia…

 

DEIXE SEU COMENTÁRIO
Emilio Camanzi

Emilio Camanzi

Emilio Camanzi  é um jornalista experiente e formador de opinião, com mais de 56 anos de trabalho dedicados a área automobilística. Seu trabalho sempre foi norteado pela busca da seriedade e credibilidade da informação. Constrói suas matérias de forma técnica, imparcial e independente, com uma linguagem de fácil compreensão. https://www.instagram.com/emiliocamanzi/ 🙋 PARCERIAS: apartamentos-rosa.com@gmail.com

One thought on “NOTÍCIA – Mustang com rodas em fibra de carbono

  1. Interessante! Há alguns dias li que andam desenvolvendo formas de baratear o custo ainda bastante elevado da fibra de carbono. Se isso se tornar realidade poderemos ver esse material bastante interessante ser usado com mais frequência no mundo das 4 rodas. Como mais leve costuma significar menor consumo e/ou maior desempenho esse regime é mais do que bem vindo!

Deixe seu comentário. Sua opinião é muito importante pra nós!:

%d blogueiros gostam disto:
sambafoot Mapa do site