window.advanced_ads_ready=function(e,a){a=a||"complete";var d=function(e){return"interactive"===a?"loading"!==e:"complete"===e};d(document.readyState)?e():document.addEventListener("readystatechange",(function(a){d(a.target.readyState)&&e()}),{once:"interactive"===a})},window.advanced_ads_ready_queue=window.advanced_ads_ready_queue||[];

sambafoot

Novo Duster chega com mesmo preço e perde 4×4

Novo Duster chega com mesmo preço e perde 4×4

Depois de quase nove anos de mercado, a Renault finalmente resolveu renovar o utilitário-esportivo (SUV) compacto, o Duster. O modelo estreia com as mesmas linhas da versão Dacia, lançada em 2018 na Europa. Com preços a partir de R$ R$ 71.790 (mantendo os preços a linha anterior), o Duster se qualificou para concorrer num mercado muito diferente daquele em que fez estreia há quase uma década.

Oferecido em quatro versões: Zen, Zen CVT, Intense CVT e Iconic CVT, ele passa a adotar a nomenclatura dos demais modelos da gama. Com a repaginada, ele também muda seu foco de mercado. A versão Life, exclusiva para PCD terá preço anunciado futuramente. 

Apesar de ser o jipinho de entrada da Renault, para atender ao perfil atual de consumidor, que busca utilitários com transmissão sem pedal de embreagem, há apenas uma versão manual. Outra mudança foi a remoção do motor 2.0, assim como a opção 4×4 e também a jurássica caixa automática de quatro velocidades.

O SUV chega com visual mais agradável, com identidade visual condizente com os demais modelos da marca, mas sem perder as formas encorpadas.

Por dentro, ele também evoluiu, principalmente na arquitetura. Isso porque o Duster original aproveitou muito do interior do primeiro Logan. Assim, instrumentos mal posicionados estavam longe de ser um exemplo de harmonia e ergonomia. Mais prática, a nova geração também recebeu mais conteúdos. 

O banho de loja permite incluir itens como ar-condicionado digital, partida sem chave, acabamento mais refinado, com direito a revestimento em couro dos bancos e volante, encosto de braço, central, multimídia de oito polegadas (com Apple CarPlay, Android Auto, câmera 360º e câmera de ré), controles de estabilidade (ESP), Hill Holder, acendimento automático dos faróis, sensores de ré e ponto cego, e outras firulas que valorizam o modelo e o colocam mais próximo de seus rivais.

 

Motor e câmbio

Onovo Duster estreia apenas com motor 1.6 de 120 cv e opções de caixa CVT ou manual de cinco marchas (apenas para versão Zen). No entanto, a Renault deverá adotar o motor turbo 1.3 de 163 cv, que ela desenvolveu em conjunto com a Mercedes-Benz. Esse motor, inclusive já é utilizado pela marca da estrela de três pontas no Classe A. Mas, ao que parece, a Renault deverá incorporá-lo primeiro ao Captur e posteriormente ao Duster. 

 

História

 

O jipinho foi lançado no final de 2011 e chegou numa época em que a Ford reinava sozinha no segmento que ela mesma tinha inventado, com o EcoSport. Além dele, havia o coreano Tucson, que hoje se posiciona num segmento superior. 

O Duster era mais um dos filhos do Logan. Tinha sido desenvolvido pela romena Dacia e quando chegou aqui basicamente trocou o emblema e adotou a linha de motores produzidos em São José dos Pinhais. 

Durante o período, o modelo ganhou fama por sua oferta de espaço interno e mecânica robusta. Por outro lado, sempre deixou a desejar no quesito acabamento e conteúdos. Afinal, o Duster foi desenvolvido para ser um SUV de baixo custo para atender à demanda do Leste Europeu.

Mas o cenário mudou. Hoje, o Brasil conta com pelo menos nove modelos compactos fabricados por aqui, sem contar opções importadas e outras que irão se nacionalizar em breve, como o Tracker. Se não bastasse, o irmão Captur também dificultou a vida do brucutu paranaense.

 

Preços e versões do novo Duster:

Zen 1.6 MT – R$ 71.790

Zen 1.6 CVT – R$ 77.990

Intense 1.6 CVT – R$ 83.490

Iconic 1.6 CVT – R$ 87.490

 

Veja o vídeo do novo Duster com Emilio Camanzi:

 

 

 


 

Vídeo: Carros com Camanzi

 


 

Marcelo Jabulas é Jornalista e Designer Gráfico.
Está na área desde 2003, atualmente é o editor do caderno HD Auto, do jornal Hoje em Dia, de Belo Horizonte. Figura presente em todos os lançamentos, salões do automóvel e eventos da indústria automobilística. https://www.telcotraders.com

 

🙋 CONTATO COMERCIAL: apartamentos-rosa.com@gmail.com

 

Fique pertinho da gente:

🔸https://www.godsexapplepie.com
🔸https://www.telcotraders.com
🔸https://www.godsexapplepie.com
🔸https://www.phpfusion-lt.com

 

🚗 INSCREVA-SE NO NOSSO CANAL NO YOUTUBE: https://www.godsexapplepie.com

👪 PARTICIPE DO NOSSO CLUBE: https://www.telcotraders.com

📻 Também estamos na Rádio, com o ITATIAIA CARROS: 95,7 FM – 2ª e 6ª às 12h30 – reprise: 3ª e sábados às 05h50

 


 

DEIXE SEU COMENTÁRIO
Emilio Camanzi

Emilio Camanzi

Emilio Camanzi  é um jornalista experiente e formador de opinião, com mais de 56 anos de trabalho dedicados a área automobilística. Seu trabalho sempre foi norteado pela busca da seriedade e credibilidade da informação. Constrói suas matérias de forma técnica, imparcial e independente, com uma linguagem de fácil compreensão. https://www.godsexapplepie.com 🙋 PARCERIAS: apartamentos-rosa.com@gmail.com

Deixe seu comentário. Sua opinião é muito importante pra nós!:

%d blogueiros gostam disto:
sambafoot Mapa do site