window.advanced_ads_ready=function(e,a){a=a||"complete";var d=function(e){return"interactive"===a?"loading"!==e:"complete"===e};d(document.readyState)?e():document.addEventListener("readystatechange",(function(a){d(a.target.readyState)&&e()}),{once:"interactive"===a})},window.advanced_ads_ready_queue=window.advanced_ads_ready_queue||[];

sambafoot

Novo Prisma matará o Cobalt e não o “velho” Prisma

Novo Prisma matará o Cobalt e não o “velho” Prisma

 

Ele já foi visto rodando na China e deverá chegar aqui no ano que vem. Na terra dos pandas, ele se chamará Onix Sedan, mas por aqui a aposta que siga como Prisma. Fato é que o novo Prisma chegará em 2019 para se adequar a uma tendência capitaneada pelo Volkswagen Virtus, Yaris Sedan, Honda City e, de certa forma, pelo Fiat Cronos. Sedãs compactos, mas com proporções que se assemelham aos médios.

Este slideshow necessita de JavaScript.

A GM já atua nesse segmento intermediário há quase 10 anos com o Cobalt. Mas, convenhamos, que o esticado da Chevrolet está longe de ser um líder de vendas. Pelo contrário, ele tem desempenho parelho ao do Cruze, que se posiciona um degrau de preços bem mais elevado, tendo sua versão de entrada R$ 20 mil acima de sua opção mais refinada, a Elite.

Para a GM, não é problema algum seguir vendendo o Prisma Joy, Prisma, Cobalt e Cruze. Pelo contrário, já se mostrou que tem sido muito bom para ela. No entanto, é necessário preencher a lacuna entre R$ 76 mil e R$ 96 mil. E não há como fazer isso com o Cobalt e muito menos com o Prisma, mesmo que ele seja um campeão inabalável entre os sedãs miúdos. O novo Prisma é o carro que irá fazer essa ponte.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Numa conta racional, a chegada do novo sedã deverá fazer um reposicionamento na linha de modelos três volumes da GM. Muito provavelmente, Prisma Joy e Cobalt irão sucumbir em função de um rearranjo na linha e, também, sobre a obrigatoriedade do controle de estabilidade (ESP) que passa a vigorar em 2020. Segundo o jornalista Júlio Cabral, da Auto Esporte, a GM não pretende incorporar a tecnologia no veterano. Faz sentido, seria salgar carne podre. Sem ofensa!

Mas, ainda é cedo para prever se ele irá ceifar seus irmãos, pelo menos a curto prazo. Principalmente no Brasil, onde é comum uma convivência fraternal entre calouros e veteranos. Para quem não se lembra, o Classic conviveu com a primeira geração do Prisma e também com a atual. E para não dizer que estamos de picuinha com a GM, a VW fez isso com o Gol (G4 e G5), a Fiat com Uno e (Uno) Mille, Palio e Palio Fire e até a Hyundai, com o decano Tucson, num ménage à trois, com ix35 e “New” Tucson, tendo Creta de voyeur.

Fato é que o novo Prisma irá estrear uma nova linha de motores 1.0 turbo de 115 cv e 1.3 de 103 cv, que atendem às normas de emissão chinesas e também europeias. Esses motores deverão substituir as unidades 1.0, 1.4 e 1.8 em vigor por aqui. E nessa conta não haveria lugar para Prisma Joy ou Cobalt. Seria salgar muita carne podre ao mesmo tempo. Mais uma vez… sem ofensa.

Pelas imagens que vazaram do sedã, lá da China, inclusive com informações sobre medidas, ele tem porte muito parecido com o do nosso Cobalt e o design é uma espécie de Cruze em menor escala. Isso, por si só, indica que a atual geração do Prisma seguirá em linha para compor o degrau de preços da base. Afinal, o Virtus está aí junto com o Voyage e o Cronos segue embolado com Grand Siena.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Ou seja, enquanto tiver como roer (e a lei permitir), carcaça velha segue viva!

 


 

Marcelo Jabulas é Jornalista e Designer Gráfico.

Está na área desde 2003, atualmente é o editor do caderno HD Auto, do jornal Hoje em Dia, de Belo Horizonte. Figura presente em todos os lançamentos, salões do automóvel e eventos da indústria automobilística. Para relaxar, tem como hobby escrever para seu blog de games, o “GameCoin” (www.gamecoin.com.br).

 

DEIXE SEU COMENTÁRIO
Emilio Camanzi

Emilio Camanzi

Emilio Camanzi  é um jornalista experiente e formador de opinião, com mais de 56 anos de trabalho dedicados a área automobilística. Seu trabalho sempre foi norteado pela busca da seriedade e credibilidade da informação. Constrói suas matérias de forma técnica, imparcial e independente, com uma linguagem de fácil compreensão. https://www.instagram.com/emiliocamanzi/ 🙋 PARCERIAS: apartamentos-rosa.com@gmail.com

Deixe seu comentário. Sua opinião é muito importante pra nós!:

%d blogueiros gostam disto:
sambafoot Mapa do site