window.advanced_ads_ready=function(e,a){a=a||"complete";var d=function(e){return"interactive"===a?"loading"!==e:"complete"===e};d(document.readyState)?e():document.addEventListener("readystatechange",(function(a){d(a.target.readyState)&&e()}),{once:"interactive"===a})},window.advanced_ads_ready_queue=window.advanced_ads_ready_queue||[];

sambafoot

Perigo, cachorro solto!

Perigo, cachorro solto!

 

Existe coisa mais singela do que ver alguém dirigindo com o cachorro no colo e ele com as patinhas apoiadas na janela e a cabecinha para fora, admirando a paisagem? É muito bonitinho, não é? Só que não!

Quem carrega seu animal assim, desconhece os vários perigos que corre.  Estando no colo, o animal pode ter uma reação repentina e, ao acudi-lo, o motorista pode perder a direção e bater o carro ou atropelar alguém. Sem falar que, com a cabeça para fora, o vento, carregado de impurezas, pode provocar uma conjuntivite no animal, ou, na pior hipótese, cegá-lo, caso um objeto vindo com o vento ou arremessado pelas rodas do carro da frente atinja seus olhos. Ainda que nada disso aconteça, só a presença dele no colo já dificulta uma manobra de emergência, o que poderá terminar em acidente.

Mas, o perigo não é só carregar o animal no colo. É transportar o animal solto.

Se estiver no banco de trás, ou no bagagito, ele pode, sem mais nem menos, pular para o banco da frente e atrapalhar o motorista ou se desequilibrar em uma curva e cair sobre o motorista. Em ambos os casos, poderá provocar um acidente.

E tem mais: no caso de uma freada brusca, o risco é o mesmo de uma pessoa sem o cinto de segurança. Ele será arremessado para a frente e, sendo um animal pequeno, poderá machucar quem estiver nos bancos dianteiros e o animal, se não morrer, com certeza vai se machucar bastante. Agora, se for um animal grande, com o peso dele multiplicado várias vezes pela velocidade, poderá até matar o motorista ou o acompanhante!

Já pensou nisso tudo? Se não, é hora de mudar seu comportamento.

Lembre-se que, além de correr os riscos citados, você pode ser multado e ter o seu veículo retido, já que carregar animais soltos dentro do veículo, independentemente do lugar; na caçamba de picapes, mesmo que amarrados; ou em caixas e gaiolas no teto, é proibido!

Para ficar em dia com a segurança, transporte seus amiguinhos em gaiolas ou gradis devidamente presos dentro do veículo, ou use o cinto de segurança apropriado para animais. E, se você estiver viajando com ele de maneira correta, não se esqueça de parar a cada duas horas para seu companheiro(a) também esticar as pernas.

 

Fotos:internet

DEIXE SEU COMENTÁRIO
Emilio Camanzi

Emilio Camanzi

Emilio Camanzi  é um jornalista experiente e formador de opinião, com mais de 56 anos de trabalho dedicados a área automobilística. Seu trabalho sempre foi norteado pela busca da seriedade e credibilidade da informação. Constrói suas matérias de forma técnica, imparcial e independente, com uma linguagem de fácil compreensão. https://www.instagram.com/emiliocamanzi/ 🙋 PARCERIAS: apartamentos-rosa.com@gmail.com

4 thoughts on “Perigo, cachorro solto!

  1. Muito importante essa Dica Segura. Infelizmente, muitas pessoas carregam seu bichinho assim e se colocam em risco por desconhecimento ou por teimosia.

    1. Realmente, é um erro grave e cometido por pessoas que não tem consciência do perigo a que expõe outros seres humanos e a si próprias. Infelizmente a falta de fiscalização permite que abusos desse tipo sejam cometidos corriqueiramente.

Deixe seu comentário. Sua opinião é muito importante pra nós!:

%d blogueiros gostam disto:
sambafoot Mapa do site

1234